Artigos & Notícias

Acompanhe as principais novidades da 4mooney, além das últimas informações sobre as tendências da tecnologia envolvendo a recuperação de crédito e serviços financeiros.

Nichos ou Gigantes?
Você escolhe como fazer seus Bilhões

A visão para os próximos anos dos Bancos de Nicho e dos Bancos Cooperativados é que os mesmos atinjam de maneira eficiente o maior mercado do mundo para bancos no início do novo século.

Nichos ou Gigantes? Você escolhe como fazer seus Bilhões
CLIQUE NA IMAGEM para acessar a matéria no site.

Ecossistemas produtivos sempre foram os sonhos de todos os conglomerados funcionais, desde a maravilhosa Roma antiga. Considerando que Roma nada mais era que um gigante conglomerado empresarial cercado de bilhões de interesses e dezenas de milhões de súditos, escravos e cidadãos; Com centenas de idiomas e milhares de costumes totalmente divergentes e para gerir toda esta riqueza nada mais natural que o desejo de imputar um Ecossistema Produtivo em toda sua cadeia produtiva.

Lembremos que 80% da riqueza de Roma era produzida e transportada das terras distantes em seu inigualável império territorial, usando com precisão uma contabilidade impecável da fonte geradora do bem ao ponto de consumo. Nos dias de hoje com os sistemas computacionais existentes seria quase impossível gerir uma operação como esta, num império territorialmente do tamanho das três maiores nações do planeta unidas nos atuais tempos.

Porque Roma conseguiu criar um Ecossistema Produtivo tão divergente e depois de tantos anos poucos conseguiram?
Por uma razão simples Roma já entendia com precisão a importância de se ter os dados processados nos NICHOS de origem e somente a informação relevante enviada a sua capital administrativa. Os arquivos administrativos de Roma eram sem dúvida alguma a Base de Dados mais completa, complexa e eficiente da história antiga, sendo comparada apenas aos inventários gestores implantados pelo Império Britânico no período Vitoriano quase dois mil anos após.

O que devemos aprender com isso, bem em primeiro lugar História antiga é uma disciplina importante na gestão corporativa atual... Pelo menos deveria ser.

Devemos aprender que o processamento de dados nos NICHOS PRODUTIVOS, sempre serão mais importantes que as centralizações efetivas. E que com isso no Agigantar Corporativo a gestão da informação sempre será o caminho mais curto para a destruição do ativo intelectual e depois o despertar do desaparecimento integral.

Implantar um ecossistema produtivo em nossos tempos é uma tarefa que deve ser iniciada pela construção de estruturas de descentralização dos DADOS PRODUTIVOS, ou também chamados de DADOS DE NICHOS PRODUTIVOS, e depois tratar-se da concentração da informação relevante derivada da análise dos nichos em si.

Bancos de dados sempre são mais importantes que os aplicativos que consultam estes dados, pois se sua empresa não tem nenhum ERP e/ou CRM, mas possui os dados bem consolidados, as modernas ferramentas de extração de informação já entregam maravilhosas leituras sobre sua operação. Todavia, se você possuir implantado os mais eficientes sistemas de ERP e/ou CRM e seu banco de dados for fraco, estes sistemas serão fracos e muito caros. Gerando uma ineficiência estratégica extremamente bem definidas e onerosas.

O conceito de NICHO PRODUTIVO é algo que os gigantes do mercado bancário desconhecem, para os Super Bancos atenderem nichos econômicos produtivos verticalizados é algo perto do impossível, pois o modelo de gestão em função de resultado torna seus números de equilíbrio impossível de serem atendidos nestes segmentos. Estes números se aproximam do PIB de grande parte dos Países em Desenvolvimento em nosso planeta.

Quando estes nichos são mapeados e analisados a luz da realidade o resultado são pequenas corporações que apresentam um desempenho financeiro impecável e deterministicamente mais sólidos que as muitas das operações corporativas.

Um caso que exemplifica este processo é o da ABBC – Associação Brasileira dos Bancos Comerciais – este bancos, também, denominados de Bancos de Nicho fornecem serviços e atividades que nunca seriam eficientes nas Gigantescas Entidades Bancárias, pois identificar necessidades regionais e desenvolver produtos que atendam estas demandas é uma arte que se perdeu nos gigantes a muito tempo.

Obviamente que os Bancos de Nicho necessitam se unir para que muitas das tarefas sejam realizadas de maneira quase que cooperativada como Serviços de Recuperação Financeira; Ativação de Cartões de Crédito e de Relacionamento; Marketing de Relacionamento e Fixação de Clientes; Aumento de potencial de consumo dos produtos dos clientes dos Bancos afiliados e principalmente gestão de bancos de dados em seus NICHOS PRODUTIVOS.

Outro ponto notório são os Bancos Cooperativados que deixaram de ser bancos pequenos para se transformarem em instituições de âmbito nacional, por estarem atuando nos modelos de Cooperativismo Estratégico, transformando o cliente de correntista em um sócio nominal e rentabilizado pelo banco.

A visão para os próximos anos dos Bancos de Nicho e dos Bancos Cooperativados é que os mesmos atinjam de maneira eficiente o maior mercado do mundo para bancos no início do novo século “Os Desbancarizados” que se caracterizam por ser o Santo Graal dos mercados de Nicho que necessitam de modelos Cooperativados de atendimento.

O entendimento destes mercados e a capacidade de gerar desenvolvimento efetivo em suas atividades não pode de maneira alguma ser tratado como uma atividade mensurada por modelos Analíticos e/ou simplesmente Estatísticos. Estes mercados nascem pela percepção de um Empreendedor que utiliza uma sensibilidade nativa, em um modelo empresarial quase que intuitivo e depois para este empreendimento evoluir nos novos tempos deve ser privilegiado pelo uso de uma métrica Cientificamente Cognitiva.

Ao depararmos com a pergunta “Nichos ou Gigantes? Você escolhe como fazer seus Bilhões” fácil é identificar que no linear do novo século os NICHOS VERTICAIS são os precisos mapas para os não identificados bilhões financeiros, sem os Bilhões de problemas dos gigantes financeiros. Para tratar deste mercado é necessário compreender que a COGNIÇÃO e os BANCOS DE DADOS são os pavimentos para quem deseja construir novos IMPÉRIOS BILIONÁRIOS tão grandes ou pelo menos tão lindos como Roma.

Flávio Oliveira

Desenvolvimento e Tecnologia

Por que nos escolher?

A 4mooney oferece as melhores soluções e ferramentas para atingir os melhores resultados!  

Ecossistema Completo

Modelos Cognitivos

Recuperação Financeira

Abordagem Lúdica

Plataforma Omnichannel

Método TODA

4mooney - Recuperação de Crédito e Serviços Financeiros. Oferecemos pesquisa avançada, análise de crédito, vendas digitais através de modelos cognitivos e abordagem lúdica.

(11) 2361-4812

@4mooney
relacionamento@4mooney.com.br

Site desenvolvido por WiXi Marketing Digital